sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Música do Turismólogo: O Check-Mate da Anitta


O primeiro música do Turismólogo do ano tinha que ser importante, afinal será o primeiro de muitos ao longo desse ano de 2018. E hoje estou trazendo um pouquinho do projeto Check-Mate da Anitta.  ( para quem não sabe, nesse projeto ela iria lançar um clipe novo, junto com uma música nova todo mês). Sim esperei sair todos os clipes para vir aqui falar para vocês o que eu estava achando, como eu achava que ia ser cada estilo musical escolhido e a minha impressão de cada clipe lançado. Então vamos deixar de papo e vamos analisar cada um dos clipes. 
p.s: agora na musica do turismólogo irei analisar alguns artistas então caso você tenha a sua sugestão me deixa uma mensagem falando. 




Para mim Yuri o projeto realmente começou com Paradinha, pois foi a primeira música da Anitta que fez um certo Buzz fora do pais. Muita gente balançou o cuscuz no chão ao som dessa música chiclete quer por mais que você não entenda nada de espanhol o refrão você vai saber cantar, né não? Menina Anitta foi esperta e sinceramente eu adorei a música e para mim essa e a primeira etapa do projeto check-mate. Muita gente reproduziu o vídeo em mercados e vários cheettos foram vendido também por causa do Vídeo. Esse turismólogo aqui que voz escreve já fez também a sua versão de Paradinha, basta olhar la no nosso canal
                          

Depois do sucesso que foi Paradinha Menina Anitta anunciou o Projeto Check-Mate e deixou todos os fãs surpresos, porque não sabíamos como seria a nova música e se teria o mesmo sucesso de sua antecessora. Então ela foi lá e lançou  Will  I See You , sua primeira música em inglês com um ritmo diferente de tudo que ela já fez e sinceramente parece aquele tipo de música boa para escutar em um jantar com amigos, tomando uns vinhos (em compensação as outras já são mais para baladinhas com os mesmos amigos após o jantar). Sabe porque eu gostei de WISY porque foge do obvio do estilo musical da Anitta, lembra de longe aquela música com o Projota e o clipe todo clarinho com Anita dançando ficou lindo demais. Além que essa foi também a primeira parceria internacional dela oficial ( temos que esquecer Maluma e Iggy Azelia), dessa vez ela foi lá e cantou com o Produtor/Musico Poo Bear.


Segunda música do Projeto, também foi em inglês e também uma parceria com o DJ Alesso e dessa vez Anita se jogou de cabeça na Floresta Amazônica, a sonoridade era voltada para a música eletrônica (falei sobre a parte da baladinha com os migos) e esse clipe eu acho que poderia ter sido completamente diferente, mas eu adorei que foi gravado aqui no coração do mundo. Is That For Me foi a "segunda " do check-mate e pegou muita gente de surpresa exatamente por ser também diferente de tudo que ela já fez até agora. 

                        

Terceira música e tinha que ser o ritmo atual do momento um belo reggaeton sexy, aquele tipo de música que faz você querer saber dançar bem, ter um parceiro para isso. Não é aquele reggeaton feito para dançar com amigos e para dançar a dois, um coladinho no outro, sentindo a respiração e a sensualidade da música. Ela (Downtown) foi uma parceria com o latino J Balvin e foi a que eu mais gostei do projeto todo por causa da sonoridade e da mesma forma que todas as outras 3 músicas de cima ela gruda na cabeça, por mais que você também não saiba espanhol o refrão você berra o Downtown. Além de falar que Anitta estava linda nesse clipe, a beleza dela também é uma coisa ótima nesse clipe, ela está completamente sexy. Esse também foi o clipe que eu mais gostei exatamente por contar uma historinha. Adoro clipe com historinha meio de filme.


Última música do projeto, última jogada e tinha que ser um funk raiz, aquele de balançar realmente o cuscuz no chão, de gerar polemica e de grudar na cabeça da galera. Chegamos a tão esperada Vai Malandra que foi o primeiro clipe a ser gravado e o último a aparecer no projeto. Mas se você perceber faz completamente sentido ela fechar o projeto pois é aquilo que a Anitta sempre falou, independente de onde ela estiver musicalmente ela sempre vai lembrar das suas origens e as origens dela são do funk, ela só chegou onde chegou por causa do funk e eu sinceramente acho muito justo isso dela de não esquecer as origens, mas falando do clipe ele mostra toda a cultura da favela, com banho de laje, roupas curtas, moto táxi, festa no meio da rua e termina com a Anitta incrivel. Eu escutei uma frase ótima resumindo o clipe. Ela sobe na moto Larissa (nome real da Anitta) e termina o clipe como Anitta pronta para a sua carreira internacional. E se você parar para reparar será a mais pura verdade. 


E chegamos ao final aventureiros e ai gostaram da música do turismólogo assim? Me mandem sugestões sobre novos artistas para que eu faça essas resenhas para vocês. Um beijo e até a próxima aventura!!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus Aventureiros