terça-feira, 8 de março de 2016

Por que insistem em julgar quem gosta de viajar muito?

Oi aventureiros, como vocês estão?  Esses dias estava dando aquela minha olhada básica pela  blogsfera e achei esse texto no blog Esse mundo é nosso ( que se vocês ainda não entraram, entrem lá). Resolvi compartilhar ele com vocês, porque eu acho que vocês vão ter a mesma reação que eu tive quando terminei de ler. Então venha ler comigo e no final terá a minha analise sobre o texto



Sempre tive essa impressão. E ela parece ter piorado com a crise e as redes sociais. Por que as pessoas insistem em julgar mal quem gosta de viajar muito?“Esse aí não faz nada da vida? Aquela ali deve ter casado com um marido rico. Esse povo não trabalha não?”. Prefiro pensar que não é inveja. Vejo mais como desinformação.
Não entendo porque é bonito meu amigo guardar dinheiro anos a fio pra comprar um carro que vai gastar mais dinheiro e depois estar desvalorizado, e no meu caso é sinônimo de vagabundagem ou falta de planejamento financeiro eu me programar pra viajar. Nada contra quem sonha em ter um carro ou acaba gastando boa parte do salário nele por necessidade mesmo. Fico feliz pela sua conquista. Mas não é porque eu viajo muito que não estou tendo as minhas conquistas também.
Por que minha amiga pode torrar mil reais num único sábado no shopping com “o vestido, a bolsa e aquele sapato imperdíveis que entraram em liquidação” e eu não posso gastar menos que isso pra passar um feriado inteiro na praia?
Claro que cada um faz o que quiser com seu dinheiro e o certo seria ninguém dar pitaco no bolso de ninguém, a menos que seja um amigo querendo dar bons conselhos financeiros. Mas só eu sinto que paira no ar esse sentimento sobre viagens?
Sinceramente, já tem muitos anos que boa parte do meu orçamento mensal (depois dos custos básicos de sobrevivência) vai pras minhas viagens. E sabe o que eu penso quando olho pra trás e vejo o tanto de dinheiro que gastei? Fico orgulhoso.
Poucas coisas me fizeram crescer tanto pessoalmente. Abri minha mente como nunca tinha acontecido antes. Viajar me fez dar uma reviravolta até na minha vida profissional. Como eu estaria sem essas viagens? Não sei. Como estou? Muito feliz obrigado.
Graças a essas aventuras acabei caindo no ramo de viagens. Virou minha profissão. E você acha que as pessoas não olham pra mim e dizem “mas além de viajar você trabalha com o quê?”. Não vou começar a citar aqui quantas horas por dia passo sentado ao computador, quantos fins de semana passo trabalhando ou quantas dezenas de e-mails preciso lidar todos os dias…
Só queria tentar entender por que viajar, que é uma coisa que praticamente todo mundo ama, é visto com maus olhos. Por que é mais bonito comprar isso ou aquilo e não uma passagem? Ambos são produtos que conquistamos com nosso suor. A diferença, pra mim, é que as viagens ficam pra sempre. Lembro-me do cheiro da chuva no aeroporto e do meu sorriso no rosto no dia da minha primeira viagem internacional. Isso não é marcar? É mais que isso. É um bem que ninguém consegue tirar de mim!
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

E não é que isso e verdade aventureiros, vocês não acham que temos vários amigos que são assim? Que ficam nos julgando por querer viajar e aproveitar a nossa vida. Eu mesmo tenho uns amigos que falam isso e olha que eu nem viajo tanto quanto eu gostaria. Mas e ai e com vocês eles também falam isso ou não? Me falem aqui. Bjos e até a próxima aventura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus Aventureiros