quarta-feira, 17 de junho de 2015

NY - Última Parte


Amigos chegamos a nossa última parte sobre Nova York e com ela algumas dicas que estão faltando ainda sobre a cidade. Antes disso eu preciso falar que aprendi muito e que adorei compartilhar tudo com vocês e hoje lá no final do post ( na verdade será em um post exclusivo)tem uma nova surpresinha.  E para começar vamos falar sobre o metrô da cidade. Como vocês viram no ultimo post eu falei sobre pontos turísticos e nele a maioria poderia se pegar o metrô. Pelas minhas pesquisas o metro é um pouco complicado de usar, mas nos somos brasileiros e não desistimos nunca então aqui vão algumas dicas de como pegar o metrô. 


As linhas designadas por números têm traçados retos e se atêm a um dos lados da ilha.
As linhas 1, 2 e 3 rodam pelo lado oeste, saindo do South Ferry (terminal de embarque a Staten Island), mais adiante pegando a Sétima Avenida e, à altura do Central Park, enveredando pela parte final da Broadway. A linha 1 é a pinga-pinga, enquanto a 2 e a 3 param em menos estações. Turisticamente, estamos falando deTribeca, Village, Meatpacking District, Times Square, Broadway e Lincoln Center (Columbus Circle).
As linhas 4, 5 e 6 trafegam pelo lado leste, saindo do Battery Park, pegando a Broadway no iniciozinho, entrando por Nolita e Lower East Side, continuando pela Park Avenue e, depois da Grand Central Station (rua 42), seguindo pela Lexington toda vida. A linha 6 é a pinga-pinga; a 4 e a 5 param em menos estações. Boas para Lower East Side, Bowery/Noho, Union Square, Grand Central Station e museus da Museum Mile (Metropolitan, Guggenheim, Whitney).
Já as linhas designadas por letras cruzam a ilha, e de vez em quando possibilitam baldeações.
As linhas A e C vêm do Brooklyn e já na ponta de baixo da ilha cruzam para o lado oeste. Sobem pela 8a. Avenida, e depois do Columbus Circle bordejam o lado oeste do Central Park, continuando para o norte. A linha A é expressa e serve paraBrooklyn Bridge (High St.), Ground Zero, Tribeca, Village, Meatpacking, Penn Station, Rodoviária/Times Square, Columbus Circle e, lááááá onde o diabo perdeu as botas Prada, o museu Cloisters. Use a linha C para essas paradas (menos o Cloisters) e também para Soho, Broadway, Dakota e o Museu de História Natural.
A linha E tem início no Ground Zero e acompanha a A e a C pela 8a. Avenida (Soho, Village, Meatpacking, Chelsea, cercanias de Times Square e Broadway) até a rua 50, quando dá uma guinada para o leste, cruzando a ilha pela rua 53 (com uma parada na 5a. Avenida, na quadra do MoMA) e atravessando o rio para o Queens. O fim de linha é em Jamaica, onde está o aeroporto Kennedy (JFK).



As linhas B, D e F têm origem no Brooklyn e, a partir do Lower East Side, ganham a companhia da linha V (cor: laranja) Seguem então pela 6a. Avenida (Village, Empire State, Bryant Park, Rockefeller Center/Top of the Rock). A linha V cai fora logo na rua 53 (parando também na 5a. avenida junto ao MoMA), e a F, um pouco mais adiante, na rua 60.  Mas a B e a D sobem pelo Columbus Circle e pelo lado oeste do Central Park; a D é expressa, mas a B para no Dakota e no Museu de História Natural.
Finalmente, as linhas N, Q, R e W vêm do sul (três delas, do Brooklyn) e acompanham o leito enviesado da Broadway até a Times Square (Rua 42), quando então sobem pela 7a. Avenida até o Central Park, indo para o leste (até Queens) pela Rua 63. A linha Q é expressa e só serve para Soho (Canal St.), Times Square e Central Park South. As outras param ao longo da avenida, incluindo Washington Square e Herald Square. Aqui o mapa com todas as linhas do metro.



Espero que vocês tenham entendido um pouco sobre esse metrô louco de NY. Agora vamos para outro ponto importante que são as baladas de NY. Que com certeza não existe melhor balada do que essas.  E para começar uma que nas minhas pesquisas foi apontada como a melhor de Ny que é a Le Bain.  Uma Balada gay que fica no topo de um prédio bem alto na região de Meatpacking District - onde se encontra o Chelsea Market, High Line e vários outros pontos turísticos. Além de ter uma vista incrível a boate possui ainda uma piscina de hidromassagem ao lado da cabine do dj, que durante o verão e possível tomar banho a vontade e ela ainda possui um terraço maravilhoso com uma super vista da cidade. Segue aqui o link da boate e um vídeo para animar vocês .


                       


Geralmente a entrada é gratuita. E ela possui dias gays e heteros mais nada impede que todo mundo se misture lá dentro. 
Endereço:848, Washington St, New York, NY 10014.
O que me encantou na Le Bain foi essa incrível vista


Eu falei apenas sobre a Le Bain, pois achei ela a cara de NY. Afinal onde mais você iria achar uma boate em um telhado que tem uma banheira de hidromassagem junto. E eu achei em um site que tem as melhores baladas de NY então antes de vocês irem basta dar uma conferida lá e achar a balada que mais agradar a vocês.

Saindo das boates e dando uma parada nas maravilhosas confeitarias para se tomar um Brunch (para quem não sabe brunch = Breakfast + Lunch) temos a Magnolia Bakery , Cheesecake Factory e o famoso Cake Boss. Que são os mais famosos e conhecidos existem também uma infinidade de restaurantes, bares e lugares para se conhecer. Que se eu fosse ficar falando deles aqui levaria dias (e como ainda não vivi nenhuma aventura em NY não posso comentar sobre eles aqui), mas achei um post do blog VouAli que fala bastante sobre os  brunchs.



E como todos nos já sabemos que os melhores fast-foods são os americanos então segue aqui também o melhores de NY que eu retirei do blog Cotidiano Masculino e do guia de viagem Abril.  
Que é o Shake Shanck   uma franquia que começou com uma barraquinha de hot dog no Central Park ( que por ter suas filas enormes se tornou uma das mais famosas franquias de fast-food e agora eles possuem esses super hambúrgueres que somente de olhar já da vontade de devorar tudo pela tela do pc. Para quem está em NY essa será a minha melhor dica corre lá para o Shake Shanck que eles possuem varias opções de sanduíches, milk shakes e é claro não se esquecam de pedir essa batatinha frita. Agora segue a foto para deixar vocês com água na boca.
Essa foto devia ser proibida de tão gostosa, acho que eu prefiro até a batata a esse super hambúrguer. 
E para quem quer conhecer como é uma comidinha de Vó americana eu recomendo o restaurante Amy Ruths Harlem que fica no bairro do Harlem que também é a casa do jazz e desse famoso prato de frango frito com waffles e do Mac n´Cheese. Sim amigos, esse restaurante parece ser aquele lugar que faz com que você engorde apenas ao olhar o cardápio pois tudo parece ser realmente muito bom. Mas a minha grande pergunta é o que vocês iriam escolher em um restaurante que tem tantas coisas gostosas?
Olha essas asinhas que delicia.

E agora por último e não menos importante quando devemos ir para NY? 
Pela cidade ter uma localização privilegiada (ou não) ela acaba sendo uma cidade de extremos devido a sua localização, Nova York é uma cidade de extremos: quente no verão (podendo chegar ao nosso calor carioca) e muito fria ( muito fria mesmo podendo chegar a -15º) no inverno. Em minha opinião, as melhores épocas do ano para ir seriam nas estações intermediárias (outono e primavera ou se você está pretendendo sentir o friozinho, vá no inverno, isso depende do que você pretende vivenciar e sentir na cidade).
Outro fator para ser levado em conta é o que você deseja ver e fazer pela cidade (eu queria fazer tudo o que desse). Como as estações são bem características, há programas e atrações para o ano todo, mas é bom pesquisar antes de ir para não se decepcionar se não conseguir visitar uma atração ou ver algo que havia programado ( e como vocês viram nos outros posts eu dei bastante dicas não foi? Então vamos aguardar o dólar baixar um pouco e vamos juntos para NY).  Como esse post ficou enorme eu vou postar um vídeo falando sobre NY lá no meu canal do Youtube. Se você ainda não entrou essa e a hora para se inscrever e ficar por dentro de todos os vídeos que eu vou postar por lá. Aventureiros espero que vocês tenham gostado desse post como dos outros 4 sobre NY. Nós vemos na próxima aventura. Bjos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus Aventureiros