segunda-feira, 22 de junho de 2015

Entrevista de Emprego



Oi aventureiros, hoje a nossa pauta (me senti em uma reunião) é sobre MERCADO DE TRABALHO. Afinal estou aqui para dar algumas dicas também para vocês. Sabe aquele dia que você faz uma entrevista e acha que foi bem ou agradável (a maioria das entrevistas não são agradáveis, mas depende da confiança da pessoa), mas no final do dia recebe uma ligação dizendo: Sentimos muito Senhor (a), mas infelizmente você não se enquadra na vaga selecionada. Mas manteremos o seu currículo no nosso banco de dados e caso haja alguma vaga com o seu perfil entraremos em contato. Sim amigos, isso já aconteceu comigo algumas vezes e eu sempre ficava derrotado após essas entrevistas. Não sabia onde tinha errado e queria uma explicação.  Ai esses dias eu estava dando uma olhada na internet e achei algumas matérias interessantes sobre entrevistas de emprego e como devemos nos comportar em uma entrevista, o que fazer o que não fazer o que escrever no corpo do e-mail na hora de enviar um currículo entre outras coisas. E por isso eu resolvi fazer esse post para tentar ajudar vocês na próxima entrevista de emprego.  E como às vezes (quase sempre) enviamos um e-mail com o nosso currículo então segue algumas dicas de como enviar o currículo corretamente. 


1- Título
Coloque a palavra “CV” ou “currículo” no título do seu e-mail, assim você elimina chances de ser ignorado sem ao menos ter a mensagem aberta. É interessante que o título possua a palavra CV, o nome do candidato e também a vaga que quer atingir. Por exemplo: CV Yuri Miguez– vaga para recepcionista
Atenção ao que é exigido pela empresa antes de enviar o e-mail. Algumas delas fornecem um código que deve ser colocado no título para que seu e-mail não vá para a lixeira. Fique atento, pois esse detalhe pode ser determinante. Se não há nenhuma especificação, siga as indicações acima.


2- Saudação
É recomendável que você comece sempre um e-mail com uma saudação educada ao seu recrutador.  Você pode escolher a saudação que preferir, algumas boas sugestões são, por exemplo: “Olá Carlos Pontes,” ou “Prezada Maria Silveira,”, que são saudações educadas e você não corre o risco de errar no pronome de tratamento.

Exemplos:
Algumas pessoas gostam de colocar “Dr.” ou “Sra.” na saudação, não há nada de mal nisso, mas como você não sabe como a pessoa gosta de ser tratada, o “Olá” ou “Prezado” são menos arriscados. Se você não sabe o nome do recrutador, diga apenas “Olá,”.
“Bom dia”, “Boa tarde” ou “Boa noite” também não é bom, pois você não sabe em qual horário do dia o seu recrutador vai ler o e-mail. Não é um erro grave, mas se puder evitar, melhor.

3- Sua apresentação
No primeiro parágrafo é importante que você, de forma breve, apresente-se, diga qual a vaga você está se candidatando e como teve conhecimento da disponibilidade. Se tiver sido indicado por algum funcionário da própria empresa, mencione. O famoso QI (quem indica) é eficaz como uma recomendação de alguém de confiança.

Exemplo:
“Meu nome é Yuri Miguez, sou turismólogo formada pela Universidade de Veiga de Almeida e trabalho no ramo há dois anos. Gostaria de me candidatar ao cargo de Recepcionista conforme vaga divulgada no portal Vagas.com”
Se tiver indicação, diga: “ Fui indicado à vaga por Fulano e gostaria de me candidatar ao cargo”.

4- Suas qualificações
No segundo parágrafo você deve, de forma objetiva, dizer por que você é qualificado para a vaga, como suas experiências profissionais anteriores podem contribuir para a empresa. É imprescindível que você estude a empresa a qual vai se candidatar antes de enviar o e-mail.

Exemplo:
“Trabalhei durante dois anos na empresa XXXX como  recepcionista geral e atendente de reservas online. Portanto, possuo bagagem para desenvolver a parte de reservas online da empresa.”

5- Valorize a empresa
É importante que você demonstre conhecimento da empresa a que está se candidatando, mas cuidado para não ficar “puxando saco”. Seja objetivo, evite adjetivos.

Exemplo:
“Gostaria de me juntar ao time da empresa XXXX por acreditar no trabalho que vem sendo desenvolvido, me identificar com o perfil dos projetos e por julgar que posso ser útil para a continuação do crescimento da empresa.”

6- Agradecimento e despedida
Agradeça antecipadamente a oportunidade de se candidatar. Coloque-se à disposição para sanar qualquer dúvida que aparece sobre você ou seu currículo, despeça-se cordialmente e deixe seus contatos.

Exemplo:
“Desde já agradeço pela oportunidade de me candidatar à vaga e coloco-me inteiramente à disposição para maiores explicações, caso seja necessário.
Desejo-lhe que tenha um ótimo dia.
Atenciosamente (ou Cordialmente)
Yuri Miguez
Telefone
Site/blog
Linkedin”

É importante que você dê ao recrutador mais de uma forma de contato, caso ele não consiga entrar em contato por alguma das vias que você apresentou. Muitas pessoas deixam apenas o e-mail, mas se o recrutador ficar muito interessado e quiser falar com você de imediato – o telefone celular é a melhor forma. Se ele tiver dúvidas e quiser conhecer mais sobre você antes de te contactar – o site e o Linkedin são excelentes ferramentas. Deixe-as disponíveis e esteja atento para responder o quanto antes.

Dicas MUITO importantes
·         Cuidado com o seu e-mail. Se ele possui algum apelido ou pseudônimo (como claudio_gato@hotmail.com ou larissa_sampa@gmail.com) não o utilize. Faça outro mais profissional com o seu nome e sobrenome.

·         Fique atento à indicação de como enviar o seu CV. Muitas empresas estão com receio de abrir um documento em anexo. Na dúvida, os especialistas recomendam que você coloque o seu CV no corpo do e-mail para garantir que ele seja lido. Se você for indicado ou preferir mandar em anexo, mande em PDF e coloque o seu nome no arquivo como, por exemplo, Yuri_Miguez_CV.pdf para que fique mais fácil do recrutador encontrá-lo depois.

·         Revise o texto escrito no corpo do e-mail mais de uma vez. Se tiver dúvidas, pergunte a alguém que tenha melhor conhecimento em português que você. Mesmo se a pessoa não for melhor que você no português, há alguns erros que passam despercebidos por nós. Revise quantas vezes for necessário antes de enviar.


Você já mandou o e-mail com a carta de apresentação e foi selecionado para a entrevista e agora não sabe o que deve fazer ou como se apresentar. Temos que lembrar que um dos fatores principais em uma entrevista de emprego é a linguagem corporal. Afinal o nosso corpo demostra como estamos naquele momento e por mais que estejamos calmos (acho que todo mundo fica nervoso, teve uma entrevista que eu até chorei, mas enfim voltando) necessitamos mostrar que estamos bem e com uma postura correta ai a nossa linguagem corporal entra. E eu fiz uma lista do que não fazer na hora da entrevista.

1- Postura encurvada
A entrevista de emprego geralmente começa na sala de espera e, por isso, sente-se de maneira educada e que transpareça confiança. Procure não ficar desleixado, isso pode te atrapalhar. Durante a entrevista, lembrar-se da importância da linguagem corporal pode ser uma mais-valia. Quando for sentar, é importante ficar com o pescoço alongado, orelhas e ombros alinhados, e o peito ligeiramente saliente.


2- Braços cruzados
Cruzar os braços pode transparecer uma atitude defensiva, que não cabe na situação. Faça exatamente o contrário e use as mãos (sem exageros) para conversar. Isto pode causar uma empatia e mostra que você está mais aberto.


3- Não olhar nos olhos
O olho no olho transparece confiabilidade. Manter o contato visual faz parte da linguagem corporal e pode falar muito sobre você e sobre o que você está dizendo. Mostra que você é seguro e que sabe falar e responder os questionamentos de forma sincera. E mostrar-se confiável é tudo em uma entrevista de emprego.


4- Cara fechada
Tudo bem que em uma entrevista de emprego é importante mostrar seriedade e compromisso com a função pretendida. Mas o ato de sorrir transparece que você é mais de bem com a vida, sociável e demonstra uma maior abertura para o entrevistador. Por isso, seja simpático e sorria, mas sem afetação!


5- Inquietação
Não de ficar mexendo a perna de um lado pro outro ou até mesmo ficar jogando o cabelo. A sua inquietação pode ser uma distração para o entrevistador e, por isso, nada positivo para você. Além disso, estas atitudes podem demonstrar ansiedade e podem passar uma imagem de intranquilidade ao recrutador. O nervosismo é normal, mas tente se controlar ao máximo para não transparecer.


6- Proximidades excessivas
Nada de “grudar” no entrevistador. É importante respeitar o espaço pessoal. Se a conversa for sentada, evite inclinar demais. E se for em pé, procure não ficar muito próximo dele.


7- Apertos de mão
Por fim, a linguagem corporal que pode conquistar ou destruir a oportunidade de entrar na empresa. Nada de apertar demais e nem de menos. Seja simplesmente natural e olhe sempre nos olhos. Além disso, o candidato deve sempre esperar que o entrevistador estenda a mão primeiro.

Agora que você já sabe como deve se comportar vamos ver os erros que não devemos cometer na hora das entrevistas.  Lembrando que a maioria dos casos nos já sabemos, mas não custa nada relembrar e ficar sempre atento.

1- Chegar “uns minutinhos” atrasado
O pior de todos os erros em uma entrevista de emprego é a falta de pontualidade. Você nem começou a trabalhar e já demonstra falta de compromisso e despreparo. Obviamente, imprevistos e incidentes acontecem, por isso, uma boa programação é o ideal. Saia de casa com bastante antecedência e minimize todas as possibilidades de atraso. Se for realmente inevitável, avise ao entrevistador, mas saiba que terá perdido uns pontos.


2- Não olhar nos olhos do entrevistador
A linguagem corporal também é importante em uma entrevista de emprego. Estar sempre a olhar para baixo ou a desviar o olhar são sinais de alerta para o entrevistador. Transmite uma sensação de desconfiança, insegurança e de que está a esconder algo.


3- Elogiar a aparência do entrevistador
Essa pega mesmo muito mal. Por mais descontraído que você esteja, elogios à aparência em ambiente corporativo, especialmente em uma entrevista de emprego, são interpretados de forma negativa. Sim, vai parecer uma cantada e isso não é nada interessante neste momento.


4- Forçar a barra na intimidade
Na mesma linha dos elogios, é mesmo desagradável. Obviamente existem entrevistadores e empresas menos formais, mas não é nada de bom tom começar a perguntar sobre a família, comentar fotos pessoais que estejam em cima da mesa e forçar uma intimidade que não existe. O profissionalismo começa na entrevista de emprego.


 5- Desconhecer a empresa e a vaga
O mínimo a fazer antes de uma entrevista de emprego é se preparar, e isso inclui buscar informações sobre o cargo e empresa para qual se candidatou. Mostrar desconhecimento sobre ambas é reduzir (e muito!) as suas chances de ter sucesso com o empregador.

6- Atender ligações ou enviar sms
A partir do momento que entrar na sala do entrevistador, esqueça o seu celular. Coloque no silencioso ou desligue mesmo. Nada mais constrangedor do que ficar plantado esperando alguém acabar uma chamada. Imagina isso em uma entrevista? O candidato será logo identificado como alguém disperso e que facilmente coloca as oportunidades em segundo plano.


7- Reclamar do ex-chefe e /ou emprego
É uma questão de ética. As coisas no emprego anterior podem ter corrido muito mal, mas isso não precisa ser divulgado nos quatro cantos do mundo, muito menos em uma entrevista. O empregador está ali para avaliar as suas competências e não para ouvir queixas. Lembre-se de ser, acima de tudo, profissional.


8- Mostrar-se muito ansioso e desesperado
Se você enviou o currículo, naturalmente o empregador espera que você esteja interessado na vaga. Mesmo que a situação esteja complicada e que essa oportunidade representa uma grande mudança positiva na sua vida, aja sem deixar a ansiedade transparecer. Nada de implorar ou fazer-se de coitadinho. Mostre-se disponível para o trabalho, mas desesperado não.


9- Soar prepotente
Sim, você sabe que é muito bom naquilo que faz e autoconfiança é fundamental, mas, acredite, o rei da cocada preta não será contratado. Ninguém tolera pessoas prepotentes, arrogantes, e o empregador com certeza não irá querer alguém assim trabalhando na empresa.


10- Falar errado ou com muitas gírias
Fechando a lista, um erro mais comum do que se imagina em entrevistas de emprego. O ambiente é descontraído, o futuro chefe é uma pessoa bacana, mas escorregar no português não vale né? Deixe as gírias para usar também em situações mais informais. Essa é a altura de mostrar o seu lado profissional e, como tal, deve saber expressar-se adequadamente também.

Então amigos agora que já sabemos todas essas dicas não tem como não irmos muito bem a uma entrevista não é verdade? Espero que as próximas entrevistas de vocês sejam perfeitas e para terminar o post com uma imagem engraçadinha para dar uma quebrada nesse post tão serio. Espero que vocês tenham gostado amigos. Bjos e nós vemos na próxima aventura.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus Aventureiros