quinta-feira, 7 de maio de 2015

Amor a primeira viagem

Texto escrito por Marcella Brafman  e com pequenas comentários meus.


Quer conhecer alguém? Viaje com essa pessoa.

De preferência, dormindo no mesmo quarto. Ou melhor, dentro de uma barraca de camping. Vinte e quatro horas juntos. Teste a convivência. Prepare-se para dar muito certo ou muito errado. A gente nunca sabe.
A primeira viagem do namoro dá o maior medo ( a minha foi super especial e unica e até hoje falamos dela, mas mesmo assim fiquei morrendo de medo). O casal provavelmente já dormiu junto e os dois sabem se um gosta de dormir até tarde ou o outro prefere acordar cedo e correr uma maratona. Porém, muita coisa muda quando se divide quatro paredes por um tempo ( mesmo que esse tempo seja apenas 3 ou 4 dias). A começar pela necessaire e o vidro de perfume que disputam o mesmo espaço no banheiro.
O banheiro dá um capitulo a parte. Assisti um o vídeo da Jout Jout  muito engraçado sobre o assunto. A intimidade – ou a falta dela – pode gerar um intestino preso, uma dor no estômago ou o uso da tática “vou ali na recepção e já volto”. Quem nunca segurou o número dois por pura vergonha, (pra quê, né? somos seres humanos!), que atire a primeira pedra.
É muito bom sair explorando esse mundão com alguém que a gente gosta (alem de depois ter varias fotos para colocar naqueles porta retratos maravilhosos). Descobrimos os gostos mais pessoais da pessoa e todo aquele mistério de “como será que ele faz isso no dia a dia?” se revela aos poucos. Nas pequenas coisas, como o trocar de roupa, espremer a pasta de dente ou não e tomar banho cantarolando ou assoviando. Por isso, abra a cabeça para conviver com novas manias. Brigas podem acontecer, é normal. A vantagem é que não tem para onde fugir e tudo é resolvido por ali mesmo.
Gosto de uma frase que minha mãe sempre fala: todo relacionamento é ótimo quando cada um vai para a sua casa no final do dia. A gente só conhece alguém quando convive intensamente com essa pessoa. As viagens estão aí para isso ( então amigos, não esqueçam de viajar e se apaixonar pela mesma pessoa, pois cada viagem é uma nova forma de se apaixonar) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus Aventureiros